Rogério Marques

Roda de Vadiagem: Leitura de Fragmentos. Prelúdios para um não discurso

 Rogerio Marques propôs a Roda de Vadiagem com textos desvios, delírios, delitos, regados a música e sonoridades de liberdade e tensão. Um incômodo, uma situação indefinida, uma pausa na lógica, o que importa é. O resto não está em lugar algum. O fator paradoxal necessário é a desordem.